Aprenda com seus defeitos e melhore a cada dia.

Share:
PUBLICIDADE

Alguns dizem que é genético: ou você já nasceu com problemas, ou culpe seus pais.

Outros dizem que é algo que se aprende nos livros e com a vida.

Eu já prefiro seguir uma terceira via, um caminho do meio que ao mesmo tempo é um “caminho ao contrário”:

Todos nós já nascemos com a chama empreendedora. Não é genética e nem aprendizado. É um estado de espirito intrínseco a nossa concepção. Faz parte do SER humano.

Esta era a boa notícia. A má é que infelizmente não são todos que tiveram a oportunidade de manter-la acesa.

Muitas destas chamas se apagaram ou se enfraqueceram com o tempo.

Podemos perceber ações de efeito “tampão” do empreendedorismo em toda a nossa trajetória de vida; que vai desde os “des-estímulos” indiretos de nossa criação as pequenas atitudes (ou falta delas) no nosso dia a dia.

O espirito empreendedor é uma chama que deve ser sempre cultivada, alimentada. Parafraseando Fernando Pessoa novamente:
“(…) Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo.”

Ou seja, tornemos nós mesmos o combustível dos nossos ideais.

Boa Viagem!

Seguinte➜

Pin It on Pinterest